Porque acontece a incontinência Urinária

Incontinência urinária por definição é qualquer perda ou perda involuntária de urina. Estima-se que cerca de 2 em cada 5 mulheres com mais de 35 anos de idade no mundo possam ter incontinência urinária, bem como 1 em 10 homens com mais de 45 anos. Para entender por que a incontinência urinária ocorre, é importante esclarecer como a urina é produzida e como é eliminada do corpo.

O sistema urinário começa com os rins, que são o local onde a urina é produzida. A bexiga é o reservatório que a urina atinge uma vez que é removida pelos rins através de um par de dutos chamados ureteres. Esse reservatório deve ser capaz de resistir a pressões externas, como aquelas que ocorrem quando se faz esforços, como tossir ou rir sem vazamento de urina.

A bexiga como qualquer músculo pode se contrair para expelir a urina ou relaxar para salvar a urina, dependendo dos sinais que o cérebro envia através dos nervos. Em um sistema urinário saudável, a bexiga trabalha em coordenação com a uretra, que é o canal através do qual a urina flui para fora. Quando a uretra está fraca ou em uma posição inadequada devido ao fraco suporte dos músculos circundantes, Ocorre incontinência urinária de esforço, que é o vazamento de urina associado a manobras como tossir, pular, correr ou espirrar.

Mas este não é o único mecanismo necessário para garantir que a urina não escape. No sistema urinário, músculos e nervos trabalham juntos para manter a urina na bexiga, liberando-a no momento apropriado. Quando os nervos não funcionam adequadamente, uma pessoa pode sofrer de incontinência urgente ou bexiga hiperativa, vazamento ósseo associado à urgência ou urgência de ir ao banheiro.

Quando os nervos não funcionam adequadamente, uma pessoa pode sofrer de incontinência urgente ou bexiga hiperativa, vazamento ósseo associado à urgência ou urgência de ir ao banheiro.

Incontinência urinária pode ocorrer em qualquer idade e não só envelhecer pode causar isso. Existem múltiplos fatores predisponentes, além da idade, que podem contribuir para o desenvolvimento da incontinência urinária, mas muitos deles podem ser tratados facilmente com o Curaprost, fatores hereditários e o tipo de colágeno tecidual foram identificados como um fator de risco, uma vez que mulheres cuja mãe teve incontinência urinária podem desenvolver essa condição com mais frequência.

A raça é um fator predisponente. As mulheres afrodescendentes têm maior frequência de incontinência urinária. Claramente fatores nutricionais em seus extremos, como desnutrição, bem como sobrepeso obesidade são identificados fatores de risco para o desenvolvimento não só de incontinência, mas também de incontinência mais grave e falha do tratamento.

A menopausa associada à perda da produção hormonal e, portanto, mudanças no nível da vagina e da uretra em termos de elasticidade do tecido, pode ser outro fator de risco modificável para a incontinência urinária. Outras patologias, como a constipação crônica e a tosse crônica, também são fatores de risco para a incontinência.

É muito importante sempre olhar para o efeito de certos medicamentos no controle do esfincter urinário. É comum que os diuréticos que são medicamentos úteis no manejo da hipertensão arterial e das doenças cardíacas gerem uma freqüência urinária maior e maiores volumes de urina. Outros medicamentos, como antidepressivos ou medicamentos antipsicóticos, podem causar vazamentos involuntários de urina.

Embora a incontinência seja mais frequente do que imaginamos e, por sua vez, ocorre por uma conjugação de múltiplos fatores, é corrigível

Dieta para Diabéticos tipo 2

Nos últimos anos, a incidência de diabetes mellitus tipo 2 disparou, e nossos estilos de vida são muito responsáveis por isso. Nós estamos indo mostrar-lhe algumas pontas para melhorá-las e impedir o tipo 2 diabetes.
Na AXA Health Keeper temos endodrinas que podem dar-lhe orientações personalizadas, dependendo do seu caso. Inscreva-se e pergunte-lhes.

Diabetes tipo 2. Causas.

A diabetes é uma doença metabólica, pela qual a glicose não é capaz de entrar nas células para ser usada como energia e permanece no sangue. Isto pode acontecer porque não se produz insulina suficiente ou porque esta insulina não é eficiente, ou porque o corpo se tornou resistente a ela. O açúcar no sangue elevado, mantido ao longo do tempo, causa muitos problemas de saúde.
Até alguns anos atrás, o diabetes tipo 2 era conhecido como diabetes adulto, pois era mais freqüente em pessoas entre 40 e 60 anos de idade. Hoje, porém, existem milhares de casos em adolescentes ou jovens adultos. A causa deve ser procurada nos hábitos de vida e dieta que mudaram, e muito, nas últimas décadas. São, portanto, factores de risco importantes para a diabetes tipo 2:

  • Obesidade ou excesso de peso.
  • Hiperlipidemias.
  • Hipertensão arterial.
  • Dietas calóricas ricas em gorduras saturadas e açúcares simples.
  • Estilos de vida sedentários.
  • A síndrome metabólica, na qual 3 ou mais fatores de risco cardiovascular estão presentes.
  • Há também um componente genético que faria as crianças dos povos com diabetes mais suscetíveis à doença.

Sintomas de diabetes tipo 2

Na sua fase inicial, não produz sintomas e é frequentemente diagnosticada por acaso numa análise de sangue de rotina, na qual se observa uma glicemia elevada. Subsequentemente, pode aparecer:

  • Fadiga.
  • Problemas de visão.
  • Sede constante.
  • Fome em momentos inusitados
  • Aumento da urina.
  • Processos infecciosos repetidos.
  • Feridas que curam lentamente.

Como prevenir a diabetes tipo 2

  • Uma dieta correta e uma vida ativa longe dos hábitos insalubres serão chave a impedir este tipo de diabetes. Presta atenção:
  • Evitar o sedentarismo. O melhor exercício é o cardiovascular, no qual você aumenta seu gasto energético, porque você acelera sua respiração e pulso e move todo o seu corpo, mas qualquer esporte ou disciplina é válida. O importante é que dure pelo menos 30 minutos e que o faça regularmente. Três ou quatro vezes por semana.
  • Manter o peso correto. Que o seu índice de massa corporal não exceda os 24 pontos. Você sabe: IMC = peso/altura². Uma dieta equilibrada e exercício físico ajudarão você a conseguir isso.
  • Evite hiperlipidemias, tanto o colesterol como os triglicéridos.
  • Beba muitos líquidos, cerca de 8 copos de água por dia. Evite bebidas açucaradas e álcool e não exagere com bebidas estimulantes que aumentam a pressão arterial.
  • Pára de fumar. Uma meta-análise realizada com estudos dos últimos 40 anos sobre o tabagismo confirma que o tabagismo aumenta o risco de diabetes, até 61% em fumantes com mais de um maço por dia.
  • Durma o suficiente. O repouso ajuda a manter o metabolismo ativo e a controlar a glicose sanguínea.

Dieta para diabéticos tipo 2.

Aumenta o consumo de fibras, o que favorece o trânsito intestinal. Alimentos integrais como arroz, trigo, quinoa, aveia, etc., evitam picos de glicose e ajudam a manter a glicose sanguínea mais estável.

Come mais vezes por dia. Seis ou sete. Desta forma, comerás menos e não haverá aumentos súbitos de açúcar.

Aumentar a ingestão de proteínas vegetais: leguminosas, grãos integrais, nozes (nozes, amêndoas, avelãs…), algas, sementes…

Reduz o consumo de carne vermelha e aumenta o consumo de aves e peixes oleosos.

Cozinhe sempre com azeite de oliva.

Controle o excesso de sal e aumente as especiarias para dar sabor. Muitas especiarias têm efeitos metabólicos que podem ajudar a controlar o açúcar no sangue (orégãos, canela, gengibre, alho …).

Aposte nos lacticínios desnatados.

O melhor padrão alimentar que pode seguir é, sem dúvida, a dieta mediterrânica, rica em alimentos frescos e reduzida em alimentos processados.

Mantenha o consumo de alimentos açucarados afastado. Bolos, doces, doces, doces, sobremesas lácteas, sorvetes, molhos …

Não se esqueça de fazer todos os check-ups periódicos necessários e sempre pergunte ao seu médico se você tem alguma dúvida.

Impotência sexual

Também conhecida como disfunção erétil, a impotência sexual masculina, trata-se da incapacidade de ter ou manter ereção do pênis para uma relação sexual satisfatória para ambos os parceiros.

A impotência sexual é diagnosticada quando esta incapacidade ocorre com frequência ou que a ereção até acontece, mas não com rigidez suficiente para a penetração.

Uma “falha” ocasional não é considerada impotência e ocorre com a maioria dos homens.

Dito isso, vamos descobrir um pouco mais sobre esse problema que afeta muitos homens no mundo inteiro:

  • Qual a idade que a impotência ocorre?

A impotência sexual é mais comum nos homens de 50 a 80 anos, mas pode ocorrer em qualquer idade da vida sexual ativa.

  • Quais as causas da impotência sexual masculina?

De acordo com os especialistas, as causas podem ser físicas ou emocionais.

As causas físicas mais frequentes são: uso de drogas, obesidade, uso de medicamentos (antidepressivos, antipsicoticos, hipertensivos) por um logo tempo, alcoolismo, tabagismo, diabetes, insuficiência renal crônica, entre outros.

As causas emocionais podem ser: traumas, medo de falhar, depressão, baixa autoestima e estresse.

  • Quais os sintomas?

Como já dissemos o principal sintoma é não conseguir ter ou manter uma ereção satisfatória.

Esta dificuldade pode ser na demora para chegar na ereção ou ter uma ereção flácida que não permita a penetração desejada no ato sexual, bem como redução dos pelos do corpo, alteração no órgão genital, ejaculação precoce entre outros.

  • Como obter um diagnóstico?

Para ter certeza que você tem impotência sexual, um profissional deve ser consultado. Através das suas informações e até mesmo exames físicos e laboratoriais ele chegará ao diagnóstico correto, bem como as opções de tratamento. Veja o que alguns especialistas falam sobre a impotência ou disfunção erétil:

  • Qual o tratamento para impotência sexual?

O tratamento desse ser orientado por um profissional da área (urologista) de acordo com o seu caso. Geralmente eles se utilizam dos seguintes tratamentos:

  1. Medicação oral: a primeira opção quase sempre é a medicação via oral. Muitas pílulas são oferecidas no mercado para esta finalidade, como Viagra por exemplo ou como o IronMan Caps que é 100% natural.
  2. Reposição hormonal: a reposição é indicada quando os níveis de testosterona estão muito baixos. São apresentados em adesivos, injeções e capsulas.
  3. Aparelhos: são indicados quando o paciente não pode fazer o uso dos tratamentos anteriores.
  4. Cirurgias e implantes: estas opções são utilizadas como último recurso, quando os tratamentos anteriores não obtiverem resultado. São opções mais invasivas, pois são colocados implantes (existem vários tipos) dentro da cavidade peniana.

Nos casos de impotência por motivos psicológicos, o médico certamente vai indicar um terapeuta para identificar e tratar o problema.

Hábitos para uma vida mais saudável

Ter uma vida saudável, para muitos, parece algo muito distante e que não pode ser facilmente alcançado. No entanto, é possível sim ter uma vida mais saudável mudando apenas alguns hábitos do seu dia a dia.

Comer bem, ter uma boa noite de sono ou ver mais vezes os amigos são todas medidas muitos simples, que podem contribuir para uma vida mais longa, mais saudável e com muito mais qualidade.

Então, vamos conhecer quais são os hábitos que podem ajudar a ter uma vida mais saudável:

  • Se alimentar melhor

Sem dúvidas, quem quer ter uma vida mais saudável, pode começar a cuidar o que coloca no seu prato diariamente. Como explicado no Livro Segredos para uma vida longa do Dr Victor Sorrentino, alimentação é TUDO!

Abusar de alimentos que são ricos em sódio, açucares ou gorduras saturadas é a receita para o desenvolvimento de doenças como hipertensão, derrames, infartos, diabetes e outros.

  • Dormir bem

O sono serve para a reposição de nossas energias e é somente durante os estágios mais profundos do sono que certos hormônios são liberados no organismo.

Por isso, para que seja possível ter uma vida saudável, uma boa noite de sono é algo imprescindível.

Pessoas que sofrem de insônia, por exemplo, tem um risco de morte três vezes maior se comparado com uma pessoa que dorme bem.

Então, procura dormir ao menos 7 horas por dia e crie uma rotina ou um ritual para isso. Antes de dormir, fique na cama à meia luz, leia um livro. É ideal também dormir em um lugar sem luzes e silencioso.

  • Movimente-se

Manter o corpo em movimento também é outro fator essencial para ter uma vida mais saudável. Você não precisa ir para a academia se não tem tempo ou condições para isso.

No entanto, procure ter uma rotina diária mais movimentada, lembrando que sedentarismo é um fator de risco para uma grande variedade de doenças, tais como hipertensão, obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e muitas outras.

Uma boa alternativa, por exemplo, é colocar uma simples caminhada na sua rotina, pois estudos mostram que apenas isso já é suficiente para diminuir a pressão arterial elevada, por exemplo.

Mais do que isso, a atividade física faz bem para o organismo como um todo, deixa o cérebro mais afiado e libera hormônios de prazer e bem-estar.

Mais do que isso, cuide do seu peso, evite estresse, pare de fumar, evite beber excessivamente e cuide de você, procurando pequenos prazeres no dia a dia.

Maiores erros dos usuários de cupons

Usar cupons de descontos nas compras online é uma modalidade que vem se tornando cada vez mais comum nos dias de hoje entre os brasileiros. O fato é que não tem quem não goste de economizar e pagar menos pelos itens que quer ou precisa comprar.

Nesse mesmo sentido, o que não faltam são cupons disponíveis, com uma grande variedade de códigos para que os consumidores possam ter facilidades e vantagens em suas compras.

O melhor de tudo é que é possível conseguir descontos ótimos, que chegam a até 40% ou mais em alguns produtos. Quem é que pode perder isso?

Todas essas vantagens se revelam quando estudos mostram um aumento de 130% na procura por cupons online somente nos últimos 3 anos.

No entanto, para muitos, os cupons de desconto ainda são uma novidade e por ser que nem sempre seja tão simples usá-los.

Então, vamos conhecer os maiores erros cometidos pelos usuários de cupons:

  1. Coletar cupons vencidos

A maioria dos cupons tem uma validade ou limite de uso, que faz com que o cupom não seja mais válido quando esse limite chega.

Existem cupons, por exemplo, que valem apenas por um dia, outros são para um mês e outros são para um número determinado de aplicações. Existem alguns porém que tem um prazo muito maior como este cupom kipling que é válido por mais de um ano.

Por isso, quando for escolher um cupom, verifique o prazo de validade, que deve estar nas informações do mesmo!

  1. Pegar cupons sem consultar suas regras

Como já foi dito, alguns cupons possuem aplicações específicas. Dessa forma, você pode encontrar um cupom que dá 10% de descontos em livros, 5% em tênis e 20% em eletrônicos.

Não adianta nada você usar o cupom que oferece 20% de desconto em eletrônicos se o que você deseja e comprar um tênis, entende?

Além disso, alguns cupons são para algum produto específico ou podem ser também para das desconto no frete. Por isso, é importante ler bem a descrição deles.

  1. Não procurar cupons em fontes confiáveis

O que não faltam na internet são sites que oferecem cupons e você possivelmente já tentou usar uma série de cupons de um site que simplesmente não funcionaram, não é?!

Isso porque nem todas as fontes são confiáveis ou testam seus cupons antes de oferecê-los aos consumidores.

Por isso sempre procure sites de cupons que tenham credibilidade, para que você não precise perder tempo com vários cupons inválidos e tenha sucesso no seu intento!

Prostatite pode causar impotência

A próstata é uma glândula de extrema importância para o organismo masculino, mas ela também é bastante sensível.

Justamente por isso é que ela pode acabar sofrendo uma série de condições, imperfeições, deformações e até mesmo distúrbios, como é o caso da prostatite.

O fato é que problemas na próstata podem ter uma influência direta na função sexual, especialmente em casos de inflamação.

Então, se você quer saber se a prostatite pode causar impotência, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse assunto.

O que é prostatite?

Na realidade, a prostatite não é um tipo específico de doença e sim um termo usado para denominar disfunções e inflamações que ocorrem na próstata:

Isso significa que, independentemente da causa, qualquer inflamação que ocorra na próstata pode ser chamada de prostatite.

Sintomas da prostatite

Qualquer que seja a inflamação que ocorra na próstata, haverá sintomas para o organismo, tais como dores de cabeça e febre.

Mais do que isso, o homem com esse problema também pode apresentar dificuldade para urinar, dor ao urinar e também dores na região pélvica.

Dor forte no saco escrotal, incontinência urinária e calafrios também podem ser sintomas, embora menos frequentes.

Se você sentir esses sintomas combinados, o ideal é procurar por um atendimento médico o quanto antes, para que seja feito um diagnóstico e tratamento adequado do problema.

Prostatite causa impotência sexual?

Enquanto o quadro inflamatório ainda estiver ativo, é bem possível que o homem não consiga manter uma ereção, principalmente por causa das dores.

No entanto, depois de tratar o problema, as chances de que o homem apresente um quadro de impotência sexual é praticamente inexistente e suplementos naturais como o Tittanus, costumam ajudar rapidamente problemas relacionados a ereção.

O que pode acontecer é que haja algum tipo de lesão na próstata, causando pela demora em instituir um tratamento adequado, afetando algum local importante para a ereção.

É importante lembrar que a prostatite deve ser tratada logo que for descoberta, a fim de evitar dores mais intensas causadas pela inflamação.

Sem dúvidas, ninguém gosta de sentir dor, especialmente nas áreas íntimas. Então, é essencial procurar por ajuda médica o quanto antes, mesmo quando só houver suspeita do problema, a fim de descartar a possibilidade ou obter um diagnóstico.

Sendo assim, se houver a menor suspeita de algum problema, procure um médico e faça o tratamento adequadamente, para não correr riscos de comprometer sua vida sexual.

Dica de suplemento para emagrecer

Eu por muitos anos tentei emagrecer com academia, mas nunca adiantou, eu sempre fazia um ou dois meses e depois parava, meses depois dizia para mim mesma que iria começar e conseguir levar a sério pra valer, começava de novo e ficava mais uns poucos dias e acabava parando como antes, você talvez tenha passado por uma experiência parecida com esta.

Pois é, pior que até tentei umas coisas bem malucas para tentar me motivar a ir pra academia, coisas como estas do vídeo abaixo:

Mas gente, não teve jeito, desisti, este negócio de academia definitivamente não é pra mim…

Pois bem, eu já tinha pensado em tomar um remédio para emagrecer que um médico me recomendou, mas nunca fiz isto porque tinha medo dos efeitos colaterais, então decidi pesquisar para ver se achava algum produto que pudesse ajudar na perda de peso de alguma forma, sem dar os problemas dos remédios como efeitos colaterais indesejáveis.

Nesta minha procura eu encontrei os produtos naturais encapsulados, conhecidos como suplementos para emagrecer, desde 2017 o número de produtos deste tipo e pessoas interessadas em adquirir eles aumentou consideravelmente.

Então pronto, estava aí a solução que eu buscava, algo que não dá efeitos colaterais e que pelo menos aparentemente ajudam a emagrecer, o problema é que não sabia qual comprar, até que uma amiga que eu não via há tempos apareceu me visitar e ela estava magérrima, eu fiquei realmente impressionada com o novo visual dela.

Claro que eu quis saber logo qual era o segredo dela, felizmente ela me contou na mesma hora, e acredite, era tudo graças ao uso de um destes suplementos naturais, ela até tinha um na bolsa, o Levenza Caps, coloquei uma foto dele abaixo pra você ver:

Mais do que isto, ela me deu este potinho de presente, disse que tinha mais em casa e que se eu quisesse testar poderia tomar deste pote mesmo para ver os resultados que ele dá, é claro que eu aceitei mais do que depressa…rs

Comecei a tomar no dia seguinte e….Meninas, o produto é bom mesmo, me ajudou a perder 5,2 kilos em 1 mês e meio, simplesmente AMEI.

Então tá aí uma solução muito boa e que funciona de suplemento para emagrecer, se você também estava procurando um, como eu estava antes, então a resposta é o Levenza Caps, compre e comece a usar o quanto antes e vai ver como os resultados são impressionantes!

Aproveito para agradecer aqui publicamente a minha amiga “Gigi” que me apresentou e presenteou com este produto maravilhoso que tem mudado minha vida, muito obrigada amiga, você mora no meu coração 😉

Plantas medicinais para dores no corpo

As plantas medicinais são eficientes para o tratamento de diferentes doenças e problemas de saúde. Entre as possibilidades de tratamento estão as dores corporais, sejam elas causadas por inflamações, problemas musculares ou nas articulações.

A maior parte das plantas que serão mostradas aqui possuem ação analgésicas e anti-inflamatórias. Por isso, fica o alerta: o uso excessivo de qualquer uma delas pode sim trazer consequências graves a sua saúde. Dito isso, vamos logo para a lista de plantas medicinais para dores no corpo.

Conheça algumas plantas medicinais para dores no corpo

  • Alecrim: muito usado para tratar dores de cabeça, pescoço e nas costas, o alecrim, além de contar com propriedades analgésicas e anti-inflamatórias, pode ser usado para dores musculares e nas articulações. Basta ferver um litro de água com 40 g da erva que pode ser natural ou seca.
  • Urtiga: a folha dessa planta, muito conhecida por causar coceira, possui propriedade analgésicas poderosas, capazes de combater fortes dores como as causadas pela artrite, por exemplo. Além disso, ela também conta com ação anti-inflamatória e calmante, sendo ainda um excelente fortalecedor para os ossos. Para ter acesso aos seu benefícios basta fazer uma infusão de 10g da erva em 250ml de água, por três minutos e beber.
  • Raiz de bardana: essa erva é um poderoso anti-inflamatório, que pode ser usado para diferentes tipos de dores. A maneira mais fácil de encontrá-la é seca, em lojas especializadas e, para se beneficiar de suas características, basta preparar um chá fazendo uma infusão de 10g da erva em 250ml de água, por cinco minutos. Outra planta muito boa para tratar inflamações é a Canela de Velho, que também pode ser usado para diminuir dores de reumatismo, dentre outros.
  • Eucalipto: o chás das folhas desta planta são excelentes para o tratamento de dores musculares, graças as suas propriedades antiespasmódicas e anti-inflamatórias. Para prepará-lo você precisará de um litro de água e 80g de folhas de eucalipto. Ferva a mistura por dez minutos e tome o chá duas vezes ao dia.

Além dessas receitas de plantas medicinais para dores no corpo, você pode assistir a este vídeo e conhecer mais algumas plantas que podem ser usadas para esse fim e todas as suas propriedades:

Apenas não se esqueça de que o uso de plantas medicinais não pode nem deve substituir um tratamento acompanhado por um médico especialista.

3 mitos e verdades sobre estrias

Assim como em determinados assuntos, há também muitos mitos e verdades sobre estrias. Isso porque as pessoas começam a procurar soluções para o problema, ou até mesmo, justificá-los, sem possuir o conhecimento necessário.

Desse modo, surgem diversas crendices, que acabam sendo espalhadas popularmente. No entanto, esses enganos podem levar as pessoas a deixarem de tratar o problema de maneira correta. Isso quando não acontece o efeito contrário e o tratamento acaba agravando o problema.

O que é Mito e o que é Verdade

Com a intenção de acabar com esses mitos e esclarecer os fatos, selecionamos 4 mitos e verdades sobre estrias, para que assim, além de conhecer melhor o assunto e entender as causas delas, possa se prevenir de maneira mais eficiente.

Coçar alguma parte do corpo causa estrias

Mito: Algumas pessoas acreditam que o simples ato de coçar a pele repetidas vezes pode causar o surgimento de estrias. Isso não é verdade, pois não há nenhuma relação entre a coceira da pele e o surgimento de estrias.

Porém, o contrário é verdadeiro. A coceira não é uma causa de estrias, e sim uma consequência. A inflamação da pele causada pelo estiramento (que causa as estrias) pode trazer coceiras.

Alguns medicamentos podem causar estrias

Verdade: Alguns medicamentos podem realmente ser causadores de estrias porque algumas substâncias causam inchaços, o que provoca o estiramento repentino da pele.

Além disso, há também aqueles que causam um enrijecimento da pele, o que afeta a sua elasticidade. É importante sempre ler a bula dos remédios para saber quais são os seus efeitos colaterais.

Bronzear a área afetada diminui as estrias

Mito: Algumas pessoas acreditam que “queimar as estrias” no sol pode retirá-las facilmente, o que não é verdade.

A listra branca na pele é uma espécie de mancha, que não sai com o bronzeamento da pele, seja ele feito de modo natural ou artificial. Essa atitude pode até piorar a aparência das estrias, já que a pele mais bronzeada possui um contraste maior com as listras brancas.

Depois de saber alguns mitos e verdades sobre estrias, fica mais fácil saber métodos realmente eficientes para evitar o surgimento delas, um deles é o creme para estrias Skin Renov, além disso agora você também sabe como prevenir o surgimento delas.

Você conhece algum mito bastante comum sobre estrias e que não falamos aqui? Ou então surpreendeu-se ao descobrir que algum fato era verdade ou mentira? Se alguma dessas respostas for sim, deixe aqui nos comentários o seu relato!

Qual o melhor estimulante sexual?

Problemas de impotência não precisam mais ser um bicho de 7 cabeças, ainda mais nos dias atuais em que existem vários tratamentos médicos, remédios e estimulantes sexuais naturais de ótima qualidade e que dão um ótimo resultado em mais de 90% dos casos. Na verdade o problema maior é saber qual é o melhor estimulante do momento e que vale mais a pena comprar, por isto decidimos compartilhar a respeito dos mais conhecidos e preferidos dos homens.

Somente aqui no Brasil existem atualmente mais de 25 produtos naturais que tem como objetivo melhorar a vida sexual das pessoas, mas no meio de tantos, como saber qual realmente compensa comprar? Com certeza muitos deles funcionam, mas também existem alguns que os efeitos são muito fracos, que são mais propaganda do que um produto bom de verdade.

Em 2018 alguns dos que mais estão fazendo sucesso são os estimulantes abaixo:

  • Azu Power
  • Erectill
  • Power Blue
  • Herus Caps
  • Macho Macho

Todos eles funcionam muito bem e se gostou de algum dos 5 acima pode comprar sem medo que são todos excelentes e confiáveis.

O Azu Power foi um dos primeiros a atrair atenção de famosos, como o apresentador Richard Rasmussen que confessa ter gostado muito do produto devido aos resultados que ele proporcionou, os clientes “normais” também tem relatado muitas coisas boas sobre este estimulante sexual.

Outro que também está na mira dos famosos é o Power Blue, que já cativou os famosos Kadu Moliterno, Tonico Pereira e Stênio Garcia, veja o que um deles fala:

Também é um produto de altíssima qualidade e que está sendo vendido numa quantidade absurda em todo o Brasil.

O Herus, Macho Macho e Erectill estão dando o que falar assim como os dois primeiros que acabamos de citar e pesquisando só encontramos boas referências destes produtos, tanto em relação a confiabilidade na hora do pagamento, como na certeza de recebimento dos produtos e dos bons resultados obtidos com eles.

Agora você já conhece 5 dos melhores estimulantes sexuais do mercado, basta escolher um deles, começar a usar e ver sua vida sexual melhorar rapidamente!